search

São Paulo tem 20 mil novos apartamentos em prédios sem garagem

Tendência para as novas gerações, modelo já é realidade na capital paulista

24/1/19

Um levantamento realizado pelo Grupo ZAP identificou que nos últimos dez anos foram lançados 166 empreendimentos residenciais sem garagem na cidade de São Paulo, totalizando 21 mil apartamentos. Os imóveis são mais funcionais e têm tamanho reduzido – 44 m² para unidades com dois dormitórios, em média, e área ainda menor para apartamentos com apenas um quarto (32 m²).

A pesquisa também destaca que este novo modelo está presente em locais importantes da capital paulista, principalmente na região central. Nos últimos cinco anos, foram lançados 1.798 apartamentos nas imediações da Sé, 1.179 em Bela Vista e 971 na República, concentrando 63% dos lançamentos do tipo no período.

Também há boa entrada na Zona Oeste, com 1.196 apartamentos na Barra Funda, e Zona Sul (1.022 unidades no Campo Limpo). Na Zona Leste, o destaque é para a Vila Prudente, 866. Importante notar que quanto mais próximo de locais onde há boa oferta de trabalho e serviços, maior a quantidade de prédios desse tipo, uma tendência que já se tornou realidade em São Paulo.

De acordo com a publicação, a maior quantidade de edifícios sem garagem e com habitações menores é reflexo da mudança de comportamento da população, principalmente no tocante ao desinteresse (ou talvez falta de recursos) para aquisição e uso de veículos próprios, com maior apelo por transportes coletivos, além da explosão dos aplicativos de mobilidade urbana (Uber, Cabify, 99 etc.).

Em relação ao valor, em alguns bairros os apartamentos têm o metro quadrado bastante superior à média dos residenciais comercializados em São Paulo. Aclimação (R$ 15.696), Vila Mariana (R$ 13.081), Moema (R$ 12.553) e Vila Madalena (R$ 12.275) são as praças mais valorizadas, enquanto as unidades mais acessíveis estão em Itaquera (R$ 5.399) e no Cambuci (R$ 6.161), para um dormitório, Itaim Paulista (R$ 4.081) e Butantã (R$ 4.257) – dois dormitórios.

Modelo deve ganhar espaço rapidamente no mercado

Na opinião da gerente de inteligência de mercado do ZAP, Cristiane Crisci, apartamentos diminutos e funcionais em prédios sem garagem tendem a conquistar cada vez mais espaço no mercado imobiliário, já que as gerações mais novas dão preferência à proximidade do local de trabalho onde haja boa oferta de transporte público, resultando em maior qualidade de vida.

O diagnóstico vai ao encontro de outras tendências do setor imobiliário, como o surgimento de espaços compartilhados de trabalho (coworking) e destinos de lazer (fractional), além dos espaços próprios para estudantes (student housing) e unidades voltadas a atender as necessidades dos idosos (senior living), oferecendo-lhes conforto, acessibilidade e opções de lazer.

Estes e outros temas são debatidos nos encontros organizados pela Smartus em todo o País. O primeiro fórum do ano acontece no dia 12 de março, em Maringá.

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

Fortaleza

Fórum Imobiliário

22 agosto
2019

saiba mais

Belo Horizonte

Fórum Imobiliário

29 agosto
2019

saiba mais

São Paulo

Summit
Minha Casa Minha Vida

12 setembro
2019

saiba mais

São Paulo

Summit Modelos Disruptivos

23 setembro
2019

saiba mais

Curitiba

Fórum Imobiliário

10 outubro
2019

saiba mais

São Paulo

Summit Alto Padrão 2019

24 outubro
2019

saiba mais

São José dos Campos

Fórum Imobiliário

31 outubro
2019

saiba mais

São Paulo

Smartus Law Summit 2019

05 novembro
2019

saiba mais

Florianópolis

Fórum Imobiliário

21 novembro
2019

saiba mais

Rio de Janeiro

Fórum Imobiliário

28 novembro
2019

saiba mais

Brasília

Fórum Imobiliário

04 dezembro
2019

saiba mais
Desenvolvido por Mobme Comunicação