search

Mudanças no FGTS terão impacto sobre habitação, dizem associações

No ano que vem, orçamento do fundo deve ser de R$ 8 bilhões, 16% menor do que em 2019

19/11/19
Por Henrique Cisman

O Congresso aprovou na semana passada projeto de lei que torna definitivos os efeitos da medida provisória nº 889/2019, publicada pelo governo federal em julho. Dentre outras mudanças, terá fim a multa adicional de 10% cobrada das empresas quando há demissão de um funcionário sem justa causa, e o orçamento dos subsídios para programas habitacionais será limitado a um percentual da soma dos lucros do fundo e subsídios do ano anterior.

Em 2020, esse teto será de 40%, passando para 38% em 2021, 36% em 2022 e 33,3% de 2023 em diante. Na proposta inicial do relator da medida provisória na comissão mista do Congresso, deputado Hugo Motta, a destinação de 33,3% entraria em vigor já a partir do próximo ano, mas os parlamentares atenderam à reivindicação de entidades do setor para redução progressiva do percentual.

Na prática, o montante destinado pelo FGTS para a habitação em 2020 deve ser apenas ligeiramente inferior ao aplicado esse ano, estimado em R$ 9,5 bilhões. A Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) projeta em R$ 8 bilhões a verba do fundo disponível para subsídios habitacionais no ano que vem.

Para os anos seguintes, entretanto, a redução do percentual-limite deve significar menos recursos para habitações econômicas. Hoje, o FGTS subsidia sozinho contratações nas faixas 1,5 e 2 do programa Minha Casa, Minha Vida – desde agosto, a União deixou de oferecer subsídios nessas faixas, focando apenas na faixa 1 (para famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil).

O entendimento das principais associações representativas dos setores imobiliário e de construção civil é que as medidas impactam negativamente esses mercados, embora seja difícil mensurar isoladamente a consequência de cada mudança. No projeto de lei aprovado pelo Congresso, contas com saldo de até R$ 998 em julho podem ser zeradas pelos cotistas.

Dentre as alterações, o saque-aniversário pode atenuar a retirada de recursos do fundo, uma vez que ao optar por essa modalidade o cotista abre mão de receber a integralidade do saldo no momento da rescisão. Mas, no geral, a avaliação é que as medidas vão contra a sustentabilidade do fundo para habitação no longo prazo.

“Eu entendo que podem ter impacto negativo [as mudanças]. Tirar a multa de 10%, que é uma receita do fundo… tudo que o fundo deixa de receber, piora [a situação] no longo prazo”, afirma o representante de uma associação que preferiu não se identificar. Uma vez aprovadas as atuais mudanças, a expectativa é que não haja novas alterações no futuro. “Acho que [os parlamentares] estão conscientes do que é necessário para a habitação”, completa a mesma fonte.

As associações e empresas do setor que desenvolvem empreendimentos econômicos aguardam a reformulação anunciada pelo governo para o programa Minha Casa, Minha Vida. A expectativa é que não haja grandes mudanças nas faixas de mercado (1,5 em diante), com maiores alterações apenas na faixa 1.

Leia também: Caixa mantém monopólio da gestão do FGTS com taxa reduzida pela metade
Orçamento quase 50% menor em 2020 preocupa empresas da construção
Analista destaca momento positivo para médio e alto padrão

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

Ribeirão Preto - São Paulo

Fórum Imobiliário Ribeirão Preto

18 junho
2020

saiba mais

Salvador - Bahia

Fórum Imobiliário Nordeste

25 junho
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Moradias Populares

06 agosto
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Gestão Inovadora 2020

27 agosto
2020

saiba mais

Rio de Janeiro - RJ

Fórum Imobiliário Rio de Janeiro

10 setembro
2020

saiba mais

Brasília - Distrito Federal

Fórum Imobiliário Brasília

24 setembro
2020

saiba mais

Curitiba - Paraná

Fórum Imobiliário Curitiba

01 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Modelos Disruptivos 2020

05 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Multipropriedade 2020

20 outubro
2020

saiba mais

Presidente Prudente - São Paulo

Fórum Imobiliário Presidente Prudente

22 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Law Summit 2020

05 novembro
2020

saiba mais

Fortaleza - Ceará

Fórum Imobiliário Fortaleza

19 novembro
2020

saiba mais

Belo Horizonte - Minas Gerais

Fórum Imobiliário Belo Horizonte

26 novembro
2020

saiba mais

Goiânia - Goiás

Fórum Imobiliário Goiânia

02 dezembro
2020

saiba mais
DESIGN & CODE BY Mobme