search

Tecnologia em favor da agilidade de processos foi pauta no Proptech Summit

Análise de crédito ao consumidor e contratação de planos de seguros para incorporadoras podem acontecer em 24 horas

28/5/19

O Smartus Proptech Summit 2019 foi dividido em vários painéis para conseguir abarcar todas as principais inovações e tecnologias disponíveis para o setor imobiliário. Algumas discussões, embora não tivessem como foco uma tecnologia em particular, apresentaram soluções que têm na tecnologia o ponto de partida.

É o caso do painel sobre crédito e seguros, que teve como participantes Guilherme Bruno, CEO da Homelend, e Rossana Costa, diretora da GEO Big Data. A moderação foi realizada por Marcelo Hannud, especialista em mercado imobiliário da XP Investimentos. Mais de 120 executivos assistiram ao debate.

Na abertura do painel, Guilherme e Rossana apresentaram brevemente os diferenciais de seus negócios, que são, respectivamente, analisar crédito e emitir a apólice de planos de seguro em até 24 horas, em ambos os casos. Outra semelhança é que essa agilidade só se torna possível devido à digitalização do processo.

Explicando de forma resumida, a Homelend atua junto ao incorporador analisando a capacidade de financiamento para a qual um cliente pode se submeter. Utilizando um sistema baseado em inteligência artificial, a startup diz ao vendedor se o comprador conseguirá ou não arcar com os pagamentos. O índice de acerto é de 97%, conforme declarou Guilherme durante o painel.

Já a GEO Big Data digitaliza o processo de cotação de planos de seguro, possibilitando ao cliente – que pode ser uma incorporadora, construtora, securitizadora, cooperativa de crédito ou consórcio – realizar uma subscrição virtualmente, tornando muito mais rápida a obtenção da apólice do plano contratado.

Para saber mais detalhadamente sobre cada solução, confira esta matéria sobre a Homelend e esta outra sobre a GEO Big Data.

Guilherme Bruno e Rossana Costa durante participação no Smartus Proptech Summit 2019

As apresentações chamaram a atenção do moderador do painel, Marcelo Hannud, que perguntou o que ambas as empresas fizeram para alcançar a prestação de um serviço que, para os incorporadores, parece mágico. A resposta foi simples: os métodos convencionais – tanto para análise de crédito quanto para contratação de planos de seguro – são morosos porque não exploram a tecnologia.

De fato, a audiência pareceu ao mesmo tempo encantada e curiosa, pois foram realizadas diversas perguntas aos painelistas. Em comum, a preocupação com a segurança da operação. Em ambos os casos, a digitalização acelera o ponto de partida, mas não dispensa averiguações mais profundas para o fechamento do negócio.

A Homelend não dispensa a presença dos bancos assim como a GEO Big Data não elimina a figura da seguradora parceira, que permanecem – os bancos e as seguradoras – como os “tomadores do risco”.

Após a conclusão do painel, que teve duração de 40 minutos, participantes do Smartus Proptech Summit procuraram pelos painelistas para seguir as conversas, sinal de que a tecnologia, quando resulta em ganhos, tem – definitivamente – espaço no setor imobiliário e um horizonte promissor de crescimento no Brasil.

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

Florianópolis

Fórum Imobiliário

21 novembro
2019

saiba mais

Rio de Janeiro

Fórum Imobiliário

28 novembro
2019

saiba mais

Brasília

Fórum Imobiliário

05 dezembro
2019

saiba mais

São Paulo

Smartus
Proptech Summit 2020

19 março
2020

saiba mais
Desenvolvido por Mobme Comunicação