search

Propulsor de startups, acesso à capital amplia opções para incorporadoras

Com mais recursos disponíveis, boas ideias se destacam para solucionar problemas comuns ao mercado imobiliário

10/03/2020
Por Henrique Cisman

Os cortes na taxa oficial de juros do Brasil e a maior injeção de recursos de investidores estrangeiros, como do grupo Softbank, foram responsáveis pela explosão de boas novas ideias para atender diversos setores da economia, dentre eles o mercado imobiliário. 

Formado em Administração de Empresas e com experiência no setor imobiliário, Rafael Steinbruch deixou seu emprego em um fundo global situado nos Estados Unidos para empreender no Brasil. Em julho do ano passado, ele co-fundou a Yuca, startup que oferece ampla quantidade de serviços para moradores, investidores e incorporadores imobiliários. 

Com as incorporadoras, a atuação pode ocorrer de três maneiras, segundo o empresário: fazer a gestão dos serviços em prédios já construídos; performar estoque para venda e locação; ou lançar conjuntamente o empreendimento com a incorporadora, com foco em investidores que buscam renda com aluguel do imóvel.

As soluções de moradia vão desde apartamentos compartilhados (“colivings”) até unidades individuais para famílias. “No caso dos colivings, a Yuca consegue aumentar o valor do aluguel de um apartamento em até 60% em comparação a um aluguel comum”, afirma Steinbruch. Hoje, a startup possui 36 apartamentos nesse modelo.

“Nossa base de dados permite saber qual é a demanda em determinada região. Sabemos como as pessoas querem morar, que preços podem pagar, portanto, ajudamos a desenvolver o produto”, revela o co-fundador da Yuca. Nestes casos, a parceria tanto pode objetivar a venda como a locação dos imóveis novos. Quando há estoque, a startup performa a unidade para dar liquidez.

“Temos uma base de investidores interessados em comprar imóveis performados para renda. Podemos ajudar a incorporadora na venda desse imóvel performado. Com o estoque, a incorporadora está pagando condomínio e IPTU enquanto não vende. A Yuca performa o imóvel, encontra inquilinos e ajuda a achar um comprador (investidor) para a unidade”, esclarece o especialista.

Segundo Steinbruch, a procura pelo aluguel como renda passiva é crescente: “O setor residencial é o maior mercado de propriedades para renda, porém ainda muito pulverizado e informal. Com a queda dos juros, aumentou o interesse de investidores por essa classe de ativo, só que ainda não existem bons operadores de residencial para renda no Brasil”. 

Neste contexto, tecnologia e prestação de serviços omnichannel são características primárias nos projetos Yuca: “Além de entender a demanda, há muita tecnologia embutida no imóvel. No aplicativo, o usuário encontra qualquer serviço de que necessite. Essa facilidade oferecida aos inquilinos maximiza o aluguel do proprietário”, continua o especialista.

Ainda, a startup trabalha para implementar IoT em todas as unidades geridas, acrescenta Steinbruch.

Dispensa de fiador

Outra característica é a dispensa da figura do fiador. De acordo com o empresário, a startup realiza checagens criminais e de crédito – a primeira, acessando bases de dados públicas dos municípios; a segunda, utilizando os mesmos prestadores de serviços dos grandes bancos para saber se o inquilino é capaz de pagar pelo aluguel. “[O aluguel] tem que comprometer no máximo 40% da renda bruta. Se o aluguel é R$ 4 mil, a renda mínima [mensal] deve ser R$ 10 mil”.

Quarto de apartamento gerenciado pela Yuca. Boa parte das unidades é destinada ao aluguel. Foto: Yuca

Ainda segundo o especialista, o modelo de negócio se aplica a empreendimentos de todos os padrões – de econômicos aos de alto padrão. “Na República (bairro em São Paulo), por exemplo, o nosso foco é extremamente econômico. Um apartamento de dois quartos, onde perfeitamente cabe uma família com dois filhos, custa R$ 3.200, incluindo condomínio, IPTU, limpeza etc”, revela.

Hoje, além da República, a startup atua em bairros como Pinheiros, Jardins, Santa Cecília, Itaim, Higienópolis, Paraíso e Bela Vista, todos estes situados em São Paulo. “A partir de 2021, vamos considerar outras praças, mas somente para o projeto inteiro (100% das unidades do prédio)”, projeta Steinbruch.

Custos

De acordo com o co-fundador da Yuca, em média, a startup recebe 10% do valor bruto do aluguel, seja o proprietário um investidor ou mesmo a incorporadora, mas há uma curva de incentivos: “Por exemplo, se a ocupação [dos imóveis Yuca] estiver inferior a 50%, a remuneração cai pela metade. Estamos alinhados ao incorporador na performance do ativo dele”, destaca.

Para os inquilinos, além da centralização dos serviços no aplicativo, outra facilidade é a soma de todos os custos – tais como taxa de condomínio, IPTU e os próprios serviços contratados – em um boleto único. “Essa solução resolve o problema dos custos e de inadimplência”, ressalta Steinbruch. Nos casos de manutenções ordinárias, o custo é zero para proprietários e inquilinos, pois a Yuca arca com as despesas.

A fim de que a oferta de serviços seja eficiente, a startup mapeia as regiões onde atua buscando parceiros locais para fortalecer a economia do bairro. Os mais solicitados são serviços de lavanderia, entrega de comida e personal organizer.

“No geral, as pessoas moram em produtos ruins, caros e distantes. A missão é melhorar a vida das pessoas na cidade, colocá-las mais perto de onde trabalham”, finaliza o especialista.

Rafael Steinbruch se junta ao time de empreendedores com presença confirmada no Smartus Proptech Summit 2020. Confira programação completa no link. 

Leia também: O que os investidores-anjo buscam em uma startup?
Conservador? Mercado imobiliário brasileiro tem dois unicórnios

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

logo do facebook
logo do linkedin
logo do instagram- Matéria franquia de piscinas
logo do spotify - Matéria franquia de piscinas
logo do tumbler - Matéria franquia de piscinas
logo do youtube - Matéria franquia de piscinas

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

Ribeirão Preto - São Paulo

Fórum Imobiliário Ribeirão Preto

18 junho
2020

saiba mais

Salvador - Bahia

Fórum Imobiliário Nordeste

25 junho
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Moradias Populares

06 agosto
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Gestão Inovadora 2020

27 agosto
2020

saiba mais

Rio de Janeiro - RJ

Fórum Imobiliário Rio de Janeiro

10 setembro
2020

saiba mais

Brasília - Distrito Federal

Fórum Imobiliário Brasília

24 setembro
2020

saiba mais

Curitiba - Paraná

Fórum Imobiliário Curitiba

01 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Modelos Disruptivos 2020

05 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Multipropriedade 2020

20 outubro
2020

saiba mais

Presidente Prudente - São Paulo

Fórum Imobiliário Presidente Prudente

22 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Law Summit 2020

05 novembro
2020

saiba mais

Fortaleza - Ceará

Fórum Imobiliário Fortaleza

19 novembro
2020

saiba mais

Belo Horizonte - Minas Gerais

Fórum Imobiliário Belo Horizonte

26 novembro
2020

saiba mais

Goiânia - Goiás

Fórum Imobiliário Goiânia

02 dezembro
2020

saiba mais
DESIGN & CODE BY Mobme