Receba nossos conteúdos exclusivos!

O melhor conteúdo sobre o mercado imobiliário para você ficar por dentro de tudo o que acontece no setor!

N
Notícias

Plataforma reduz prazo de repasse para 20 dias

Automatização de processos acelera análise e aprovação de crédito imobiliário para os adquirentes de imóveis

Henrique Cisman

09/09/2020

Etapa que costuma ser problemática para as incorporadoras, o repasse do saldo devedor aos bancos ficou mais fácil com a implementação de tecnologia nos processos. A startup Kzas reduziu o tempo de formalização do crédito aos mutuários de três meses para 20 dias, afirma o fundador e CEO, Roberto Nascimento. Desde março, a empresa já contratou R$ 500 milhões em repasses para aquisição de imóveis junto aos principais bancos e incorporadoras.

No mais recente empreendimento entregue, da Marques Construtora, entre a individualização das matrículas e a assinatura do contrato de financiamento imobiliário com as instituições financeiras, o processo levou 21 dias para 90% dos mutuários, segundo o executivo. Foram mais de 700 unidades financiadas no empreendimento residencial.

“Quanto mais tempo demora o repasse, maior é o impacto na rentabilidade do projeto. Se a incorporadora tem um financiamento bancário, até receber o saldo devedor, vai continuar pagando juros e reduzindo seu lucro”, explica Nascimento. 

Para que ocorra essa aceleração do repasse, porém, é importante que haja um planejamento prévio entre incorporadora e startup, que ao receber a lista dos mutuários já inicia as análises de crédito.

“Trabalhamos no projeto sempre de forma antecipada – idealmente em torno de seis meses antes da entrega das chaves. Queremos desenvolver modelos comerciais diferentes do que as assessorias tradicionais fazem (cobrança por valor unitário). O objetivo é criar um modelo no qual os interesses estejam alinhados: se o processo for ruim, a incorporadora paga menos; se for bom, paga um pouco mais. Uma remuneração por produtividade”, afirma o executivo.

De acordo com Nascimento, a startup utiliza a estratégia white label junto aos mutuários, ou seja, posiciona-se como a incorporadora para que os clientes se sintam mais à vontade, já que existe um relacionamento prévio. 

Tradicionalmente, uma assessoria terceirizada é contratada para realizar este serviço, o que muitas vezes gera ruídos e prejudica a imagem da incorporadora, além do prazo mais demorado para receber os recursos do repasse. “Muitas vezes, o cliente recebe mensagens e ligações de mais de uma assessoria solicitando documentos para mediar o financiamento com o banco. É algo muito amador”. 

Transparência para todos os envolvidos

De acordo com Nascimento, existe uma grande rotatividade das assessorias que intermediam os processos de repasse. Uma das causas é o conflito de interesses, já que, por exemplo, a remuneração costuma ser maior quando o banco não é o mesmo do financiamento à obra. “Quando faz uma operação de crédito imobiliário, o cliente vai ficar ‘amarrado’ por 20, 30 anos”, explica. 

“É preciso ter cuidado no tratamento com as pessoas, principalmente quando o assunto é dinheiro. Se o trabalho da assessoria não for bom, afeta a incorporadora. Muitas dessas assessorias, quando o incorporador pergunta como estão os processos, enviam planilhas. Em nossa plataforma, ele pode verificar o andamento em tempo real, de modo online”, completa. 

Em relação à experiência do adquirente do imóvel, o sistema oferece uma abordagem mais profissional e leve, com o passo a passo da solicitação do financiamento. Veja demonstração no vídeo a seguir.

Efeitos da Covid-19

O CEO da startup Kzas comenta o impacto da pandemia na transformação digital: “As pessoas foram forçadas a aprender digitalmente. Hoje, fazemos um evento virtual para os mutuários explicando em detalhes o repasse e como funciona a plataforma. Fazemos junto com as incorporadoras e tem sido ótimo. A Covid-19 nos forçou a criar isso e provavelmente é algo que veio para ficar”.

Nascimento revela que a startup já trabalha em novos avanços na plataforma, como integrações em APIs com os bancos e automatização da leitura de documentos. “O objetivo é reduzir ainda mais esse prazo de 20 dias”, finaliza o executivo.

Quero entrar em contato com a fonte da matéria

DESIGN & CODE BY Mobme