search

O que é internet das coisas? Entenda seus impactos no mercado imobiliário

Funcionalidade de ambientes e gestão de operações são otimizadas através da Internet das Coisas

24/01/2020
Por Luiza Bellintani

Já não é novidade que o mercado tem sido transformado pelas mais diversas soluções em tecnologia. Desde serviços de automação para otimizar a construção até plataformas digitais que facilitam a venda de imóveis, essas inovações favorecem as atividades do setor em diversos níveis, e são tendências claras para o futuro dos empreendimentos. 

A tecnologia definida como IoT é um dos destaques no assunto. Devido a suas possibilidades de aplicação, é considerada promissora para o mercado e pode-se esperar que seja cada vez mais incorporada tanto nos processos de construção dos empreendimentos quanto em dispositivos funcionais para o morador nas unidades. Mas afinal, o que é IoT?

Internet das coisas conceito

Em resumo, IoT é a sigla para o termo Internet of Things, que significa “Internet das Coisas”. A tecnologia consiste em dispositivos digitais que, através da internet, possuem a capacidade de transmitir dados e estar conectados entre si. Esses dispositivos podem ser sensores gerenciados por aplicativos, ferramentas digitais, softwares, entre outros modelos. 

A Internet das Coisas fornece aos usuários a possibilidade de gerenciar operações remotas e supervisionar ambientes de maneira mais eficiente. A conectividade dos dispositivos permite que dados coletados a partir da análise de um espaço ou de determinada operação sejam informados às plataformas de controle automaticamente. 

 Em entrevista à Smartus, Felipe Gásparo, CEO da Sii Technology, explicou que a IoT surgiu para trazer acessibilidade e conectividade do mundo físico com o mundo virtual. “Por exemplo, você pode colocar seu telefone no modo ‘festa’ e a sua geladeira vai automaticamente gelar a cerveja mais rápido, a iluminação já vai estar mais harmonizada, o som já vai estar ligado”, explica. 

Exemplos de aplicação no setor imobiliário

Graças à sua infinidade de aplicações, a Internet das Coisas também conta com muitos exemplo de utilidade para o mercado imobiliário. De acordo com Gásparo, esses níveis se resumem a empreendimentos residenciais – tanto no interior dos apartamentos quanto nas áreas comuns de condomínios -, ambientes corporativos e espaços que pertencem à categoria de hospitality.

Para o CEO, a principal função da IoT é facilitar a vida das pessoas, cujas rotinas são cada vez mais sobrecarregadas, tornando afazeres comuns obstáculos à produtividade. Situações como esquecer de desligar as luzes do apartamento ou deixar o ar condicionado ligado após uma reunião podem parecer simples, mas resultam em consequências financeiras e até mesmo ambientais. “São tarefas repetitivas que podem ser facilmente feitas através da automação, deixando os usuários livres para focar no que interessa”, ratifica Gásparo.

Em entrevista à Smartus, o sócio da Desh Tecnologia, Douglas Ribas, explicou que, hoje, a conectividade entre objetos e sistemas é essencial. Conforme apontado por ele, a Internet das Coisas surgiu para atender à indispensabilidade do acesso a esses dispositivos conectados. “Eu diria que IoT não é uma vantagem, é uma necessidade”.

Para o especialista, o monitoramento de utilities e a automação de soluções são algumas das principais funcionalidades da tecnologia em questão. A medição de energia, água e gás através dos dispositivos traz não só praticidade no gerenciamento desses itens, mas também redução de gastos do morador destinados à manutenção. 

Ainda, o IoT facilita a análise de informações importantes sobre esses elementos – iluminação, energia, aquecimento, entre outros -, propiciando a antecipação de medidas para um melhor funcionamento dos equipamentos.

Aplicações dessa tecnologia na construção civil também foram apontadas por Gásparo. IoT na construção civil é utilizada em soluções para a gestão de segurança das obras, além de controle dos equipamentos e treinamentos necessários durante a construção.

Visão de mercado e expectativas para os próximos anos

A busca por implementar a tecnologia da Internet das Coisas nos empreendimentos vem aumentando cada vez mais. O interesse por soluções inovadoras nos espaços não acontece apenas por parte dos empreendedores, mas também surge nas preferências dos compradores dos imóveis. 

“A visão dos empreendedores está cada vez mais agressiva em implementar tecnologia nos empreendimentos. De novembro de 2019 para cá, o interesse nesses dispositivos, principalmente com o lançamento da Alexa e do Google Home no Brasil, está fazendo com que as pessoas queiram controlar seus prédios e apartamentos por voz. E para isso precisamos de IoT”, constata Gásparo. 

Ribas argumenta que o interesse pela tecnologia existe, mas falta atitude dos empreendedores para investir nas soluções. “O empreendedor já deve desenvolver o projeto indicando que aquela obra terá várias soluções conectadas à internet, pois a dificuldade hoje ainda é pagar a conta. Esse investimento tem que vir, em muitos casos, antes”, explica. 

Segundo o sócio da Desh, as empresas de tecnologia esperam que, com a retomada da economia, as construtoras tornem a implementação de IoT um padrão em seus empreendimentos.

“É importante que eles tomem conhecimento da solução. O empreendedor não entende muito bem o que é a tecnologia, o que ela faz, quais são as limitações. Talvez precisemos passar por uma fase em que eles conheçam melhor a tecnologia e visualizem os benefícios que ela proporciona a eles e aos seus clientes”, encerra Ribas. 

IoT e outras tendências tecnológicas para o setor serão discutidas no Smartus Proptech Summit, em março. Acesse o link para saber mais sobre o evento. 

O que é a Internet das Coisas?

A Internet das Coisas (IoT) se refere à interconexão digital de objetos cotidianos com a internet. Ou seja, trata-se de uma rede de objetos físicos capaz de coletar informação e nutrir o seu próprio sistema, fazendo com que as máquinas sejam capazes de atuar autonomamente.

Qual é o significado de Internet das Coisas?

Também conhecida por IoT (Internet of Things, em inglês), a tecnologia consiste na fusão do “mundo real” com o “mundo digital”, através da interconexão digital de objetos cotidianos com a internet. A expressão foi utilizada pela primeira vez pelo cientista Kevin Ashton, em 1999.

Em que se aplica a Internet das Coisas?

A Internet das Coisas supera a conectividade de laptops e smartphones e já inclui residências e cidades inteligentes, assim como carros, wearables e serviços de saúde conectados. A tecnologia permite, por exemplo, organizar o trânsito, agilizar tratamentos médicos e auxiliar na preservação do meio ambiente, além de melhorar a experiência de moradores em casas e apartamentos.

Para que servem os sensores na Internet das Coisas?

Os sensores, que nada mais são do que peças de hardware, são responsáveis pelos processos de monitoramento, medições e coletas de dados. Eles são capazes de converter um parâmetro físico em um sinal que pode ser medido eletricamente.

Leia também: Como a inteligência artificial já está transformando a construção civil?
5G vai transformar as dinâmicas do mercado nos próximos anos

Foto: Lenovo

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

 

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

17:00 às 18:00

Governança corporativa e desafios de sucessão no mercado imobiliário

07 julho
2020

saiba mais

16:00 às 17:00

Consequências da digitalização do mercado financeiro no setor imobiliário

08 julho
2020

saiba mais

Evento online

Fórum Imobiliário Pará

09 julho
2020

saiba mais

Evento online

Fórum Imobiliário Amazonas

14 julho
2020

saiba mais

Evento online

Fórum Imobiliário
Rio de Janeiro

23 julho
2020

saiba mais

Evento online

Fórum Imobiliário Campinas

28 julho
2020

saiba mais

Evento online

Fórum Imobiliário Ribeirão Preto

04 agosto
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Moradias Populares

06 agosto
2020

saiba mais

Evento online

Fórum Imobiliário Curitiba

13 agosto
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Gestão Inovadora 2020

27 agosto
2020

saiba mais

Brasília - Distrito Federal

Fórum Imobiliário Brasília

24 setembro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Modelos Disruptivos 2020

05 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Multipropriedade 2020

20 outubro
2020

saiba mais

Presidente Prudente - São Paulo

Fórum Imobiliário Presidente Prudente

22 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Law Summit 2020

05 novembro
2020

saiba mais

Belo Horizonte - Minas Gerais

Fórum Imobiliário Belo Horizonte

26 novembro
2020

saiba mais

Goiânia - Goiás

Fórum Imobiliário Goiânia

02 dezembro
2020

saiba mais
DESIGN & CODE BY Mobme