search

Construção em madeira é a “próxima onda do mercado”

Técnicas como wood frame e CLT são mais sustentáveis e eficientes para obras

16/01/2020
Por Luiza Bellintani

A preocupação com o meio ambiente se torna cada vez mais presente no dia a dia das construtoras e incorporadoras do mercado, que buscam caminhos para evitar dano ao ecossistema e, ao mesmo tempo, posicionarem-se à frente da concorrência. Os materiais utilizados no processo de construção podem ser de grande impacto ambiental, por isso sua escolha é um dos passos mais importantes para garantir o desenvolvimento de um empreendimento sustentável. 

Uma das alternativas que se destacam na procura por soluções é o uso de madeira como material principal em construções, utilizando técnicas inovadoras para um trabalho sustentável e eficiente. Empreendimentos desse tipo já são comuns pelo mundo, desde edifícios residenciais ou comerciais a prédios universitários e museus, e essa técnica é cada vez mais apoiada no mercado. 

 A tecnologia da madeira engenheirada

A madeira pode ser transformada por diversas técnicas que se adequam à necessidade do projeto. Construções em wood frame, por exemplo, utilizam a madeira como parte da estrutura, como explicou Caio Bonatto, CEO da Tecverde, em entrevista à Smartus. Outro método é o CLT (cross laminated timber), que é indicado para construções de edifícios mais altos e que exigem uma estruturação mais forte.

Basicamente, as técnicas consistem na junção de diversas camadas de madeira para formar uma única placa. Posteriormente, as placas pré-fabricadas podem ser encomendadas de acordo com as necessidades de cada obra.

A exclusividade dessa metodologia exige atenção no ambiente da engenharia. Isso não apenas para a execução dos projetos em madeira, mas para que a formação de futuros profissionais inclua uma base estruturada em relação aos conhecimentos dessas técnicas, indo além dos métodos convencionais de construção.

Em conversa com a Smartus, o arquiteto Pedro Nitsche apontou que as universidades observam com atenção o desenvolvimento de metodologias implementadas pelo mercado. “A estrutura de madeira é pouco desenvolvida em São Paulo. Mas no Sul, por exemplo, existem muitas construções assim. Eu acredito que a academia está atenta a isso”, disse. 

Os benefícios do uso da madeira 

Uma das vantagens mais essenciais proporcionadas pela construção em madeira é  o fato de ser um material muito mais sustentável do que outros comumente utilizados pela construção civil. Segundo Bonatto, é possível reduzir mais de 80% das emissões de gás carbônico e a produção de resíduos de obras. Ainda, o consumo de água durante a construção pode sofrer redução de mais de 90%. 

A diminuição do prazo de obra também é um dos pontos significativos desse tipo de técnica. “Conseguimos executar uma obra pelo menos quatro vezes mais rápida que em uma construção tradicional”, afirma Bonatto. Sendo assim, a produtividade e eficiência dos projetos é beneficiada. 

Outra vantagem apontada pelo empresário é a redução de custos, uma vez que a quantidade de trabalhadores no canteiro de obras é reduzida – 85% da obra pode ser executada dentro da fábrica. “Todas as janelas, instalações hidráulicas e elétricas são instaladas na fábrica, e então essas peças são montadas no canteiro como se fosse um lego”, explica. 

Para o incorporador, esses benefícios também são perceptíveis. Como explicado por Marcelo Lage, co-presidente da Valor Real, em conversa com a Smartus, a construção em madeira é muito bem recebida pelos compradores, não apenas por ser um material sustentável, mas também pelo conforto térmico e acústico que proporciona. 

“O desempenho dessa tecnologia é superior e, olhando adiante, um condomínio que possua a premissa da sustentabilidade implantada, será um condomínio com menor custo de manutenção, o que o torna mais atrativo”, avalia Lage.

Construções em madeira engenheirada no Brasil

Unidades construídas em madeira já são realidade no Brasil. Projetos para o programa Minha Casa, Minha Vida foram desenvolvidos pela Tecverde através de uma técnica de encaixe de painéis em construções de até 4 andares, chamada wood frame

Ainda, projetos de unidades com mais pavimentos estão sendo desenvolvidos no país. Neste ano, por exemplo, São Paulo receberá um edifício construído inteiramente em madeira 100% certificada. O projeto é uma iniciativa da Amata – empresa florestal com mais de 10 anos de atuação – assinado pelo escritório Triptyque. O prédio, que terá 13 pavimentos, será construído em CLT – um material formado por diversas camadas de madeira maciça em duas direções diferentes.

Em entrevista à Smartus, Ana Belizário, gerente de projetos da Amata, fala sobre as perspectivas da empresa, que se responsabiliza por fornecer material em madeira de qualidade e certificado para o mercado. “As certificações são muito criteriosas em relação às operações de florestas, e hoje nossas quatro florestas são certificadas cumprindo todos os requisitos”. 

Segundo Belizário, a partir de 2022 a empresa terá sua própria indústria para a produção de madeira engenheirada, ou seja, do material já processado em peças industriais com destino direto para a obra. 

Expectativas para os próximos anos

Com o interesse em materiais sustentáveis e o fortalecimento do mercado imobiliário no último ano, o crescimento da construção em madeira será muito perceptível daqui em diante. “Todos os itens que deveriam ser superados para o mercado se recuperar já foram alcançados, e acreditamos que o interesse será bem maior, principalmente nos próximos três anos”, prevê Belizário. 

O CEO da Tecverde projeta que a expectativa é promissora pela necessidade de melhorias na produtividade do mercado, principalmente no setor de baixa renda. “As construções industrializadas em wood frame têm a chance de ser a próxima onda do mercado, assim como foi o concreto há 10 anos. Para imóveis comerciais, por exemplo, acredito que a CLT pode ser uma grande tecnologia do futuro, em substituição ao aço e ao concreto”.

Leia também: Combinação de fatores aponta para melhor ano do setor desde 2013
Setor imobiliário é destaque na retomada do mercado de ações

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

Gramado - Serra Gaúcha

Fórum Imobiliário Serra Gaúcha

13 março
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Proptech Summit 2020

19 março
2020

saiba mais

Manaus - Amazonas

Fórum Imobiliário Amazonas

14 abril
2020

saiba mais

Belém - Pará

Fórum Imobiliário Pará

16 abril
2020

saiba mais

Campinas - São Paulo

Fórum Imobiliário Campinas

20 maio
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Excellence Summit 2020

28 maio
2020

saiba mais

Ribeirão Preto - São Paulo

Fórum Imobiliário Ribeirão Preto

18 junho
2020

saiba mais

Salvador - Bahia

Fórum Imobiliário Nordeste

25 junho
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Moradias Populares

06 agosto
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Gestão Inovadora 2020

27 agosto
2020

saiba mais

Rio de Janeiro - RJ

Fórum Imobiliário Rio de Janeiro

10 setembro
2020

saiba mais

Brasília - Distrito Federal

Fórum Imobiliário Brasília

24 setembro
2020

saiba mais

Curitiba - Paraná

Fórum Imobiliário Curitiba

01 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Modelos Disruptivos 2020

05 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Summit Multipropriedade 2020

20 outubro
2020

saiba mais

Presidente Prudente - São Paulo

Fórum Imobiliário Presidente Prudente

22 outubro
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Law Summit 2020

05 novembro
2020

saiba mais

Fortaleza - Ceará

Fórum Imobiliário Fortaleza

20 novembro
2020

saiba mais

Belo Horizonte - Minas Gerais

Fórum Imobiliário Belo Horizonte

26 novembro
2020

saiba mais

Goiânia - Goiás

Fórum Imobiliário Goiânia

02 dezembro
2020

saiba mais
Desenvolvido por Mobme Comunicação