Receba nossos conteúdos exclusivos!

O melhor conteúdo sobre o mercado imobiliário para você ficar por dentro de tudo o que acontece no setor!

N
Notícias

Trecho da Ferrovia Norte-Sul é leiloado por R$ 2,7 bilhões

Ágio foi de 100% e dá direito à exploração da via até 2049

29/3/19

Dando sequência às concessões de ativos de transporte à iniciativa privada, o governo federal leiloou ontem (28) um trecho de 1.537 km da Ferrovia Norte-Sul situado entre Porto Nacional (Tocantins) e Estrela d’Oeste (São Paulo). A proposta vencedora foi da empresa Rumo, no total de R$ 2,719 bilhões – ágio de 100,92% sobre o mínimo estipulado pelo Ministério da Infraestrutura.

A concessão é válida por 30 anos e o governo estima investimentos de outros R$ 2,7 bilhões, o que inclui terminar a ferrovia e ajustar trechos concluídos, porém com problemas apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Segundo o presidente da Rumo, Julio Fontana, será feita auditoria para avaliar as falhas. A empresa tem o prazo de dois anos para cumprir com as obrigações.

A Ferrovia Norte-Sul será a maior do País quando estiver totalmente finalizada, com mais de 4 mil km de extensão entre os estados do Pará e de São Paulo. A operação do trecho leiloado vai escoar a produção agrícola ligando os portos de Santos e do Itaqui, no Maranhão, passando por outros dois trechos de ferrovia (Malha Paulista e Tramo Norte da própria Ferrovia Norte-Sul, respectivamente).

O edital do leilão afirma que o trecho arrematado pela Rumo tem demanda de 1,7 milhão de toneladas até o fim de 2020, com projeção de alcançar 22,7 milhões em 2055. Especialistas apontam que, com as melhorias necessárias e conclusão do trecho restante, a ferrovia pode aumentar em 15 vezes o volume atual transportado.

Primeira concessão férrea em mais de 10 anos

O leilão de ontem foi o primeiro de uma ferrovia nos últimos 12 anos e dá sequência ao projeto do governo federal de alienar ativos para a iniciativa privada. Em três meses, a administração liderada pelo presidente Jair Bolsonaro já concedeu 23 equipamentos, com destaque para aeroportos, áreas portuárias e agora a Norte-Sul.

Com os expressivos ágios em quase todos os leilões, foi ultrapassada a estimativa do Ministério da Infraestrutura em relação às arrecadações nos primeiros cem dias de governo, que era de R$ 4 bilhões. “É a terceira semana seguida de leilão e a terceira vez que temos nossa expectativa superada”, comemorou o ministro Tarcísio de Freitas.

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

leia também
Para Mais conteúdo exclusivo, siga nossas redes!
DESIGN & CODE BY Mobme