Receba nossos conteúdos exclusivos!

O melhor conteúdo sobre o mercado imobiliário para você ficar por dentro de tudo o que acontece no setor!

N
Notícias

Tecnologia e novas soluções foram pautas do Fórum Imobiliário Campinas

Marketing digital, empreendimentos pré-fabricados e plataformas para gestão de projetos e análise de crédito foram assuntos debatidos com a audiência

31/5/19

O Smartus Fórum Imobiliário Campinas 2019 contou com diversas palestras sobre inovações e tecnologias, algumas presentes há algum tempo e outras em fase de implementação ou expansão no setor. As soluções vão desde analisar agilmente o crédito oferecido ao consumidor até construir empreendimentos de forma industrializada, concentrando a produção em fábrica.

A primeira apresentação foi realizada por Guilherme Bruno, fundador e CEO da Homelend. A startup visa acelerar o processo de análise de crédito ao consumidor permitindo que as incorporadoras fechem contratos com maior agilidade e segurança.

Segundo Guilherme, o risco é tomado por um fundo de investimento responsável por aprovar o projeto imobiliário, após a aprovação de crédito realizada pela Homelend. “A diferença em relação ao banco é que, uma vez aprovado o empreendimento pelo fundo, o incorporador recebe os recursos muito rapidamente”, explicou o especialista.

Guilherme Bruno, CEO da Homelend, explicou aos participantes como é possível agilizar o fechamento dos contratos com análise mais eficiente de crédito, e elogiou o formato do programa Minha Casa, Minha Vida. Foto: Flávio R. Guarnieri

Outra startup que utiliza tecnologia para oferecer serviços ao setor é a Prevision, cuja plataforma de gestão permite ao construtor desenvolver a obra com o melhor fluxo físico-financeiro de acordo com a disponibilidade de recursos. A ferramenta melhora a comunicação entre os departamentos de planejamento e execução.

De acordo com Paula Lunardelli, fundadora e CEO da Prevision, a solução é voltada a todos os tipos de empreendimentos – de populares aos de luxo – e o custo é geralmente atrelado ao montante investido no projeto, “em média 0,06%, métrica passível de negociação conforme a necessidade da empresa”, afirmou em entrevista à Smartus após o evento.

Segundo Paula, o mercado indica um retorno de 6% em termos de economia, o que significa um retorno de 100x sobre o montante investido.

Ferramenta da Prevision surgiu da dificuldade das incorporadoras em conciliar prazos e aplicação de recursos. Flávio R. Guarnieri

Uma das palestras com maior participação da audiência foi a de José Márcio Fernandes, cofundador da Tecverde, empresa paranaense que atua com a pré-fabricação de empreendimentos utilizando um sistema industrializado de construção – a redução de custos chega a 20% em relação à alvenaria.

Fernandes explicou em detalhes o passo a passo do procedimento e as vantagens resultantes deste modelo, que ainda é incipiente no Brasil. A Tecverde é a única empresa autorizada a construir neste sistema, limitada a prédios de até 4 pavimentos. O especialista afirmou que outras iniciativas estão surgindo, o que é bom para a construção civil brasileira.

Isso porque o sistema industrializado aumenta a produtividade, que nos últimos 10 anos ficou praticamente estagnada no país, cenário que é ainda mais preocupante se levado em conta que o ponto de partida já era baixo.

Voltando ao uso de plataformas digitais, Afonso Fávero, diretor de planejamento e comunicação da Mobme, palestrou sobre o novo perfil do consumidor e formas de chegar a esses compradores através de campanhas assertivas de marketing, sobretudo o marketing digital.

De acordo com Fávero, uma das formas mais eficientes de se relacionar com esse público é produzir conteúdos relevantes, que os ensinem sobre o negócio. “O gap do saber valoriza o trabalho do incorporador”, indicou. A estratégia também ameniza a condição de “expert” da nova geração, acostumada a obter informações rapidamente em sites de busca.

Empresas do setor espantam os clientes quando solicitam informações antes de engajar o cliente. Flávio R. Guarnieri

Em entrevista à Smartus, Fávero ressaltou que muitas vezes as empresas espantam o cliente logo de cara, quando solicitam informações de contato antes mesmo de o visitante se engajar com algum produto da marca.

“Tivemos um ótimo feedback dos participantes durante o evento, tanto em relação à qualidade das palestras quanto ao cumprimento dos horários e oportunidades de networking”, avaliou o diretor comercial da Smartus, Bruno Mesquiari.

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

 

leia também
Para Mais conteúdo exclusivo, siga nossas redes!
DESIGN & CODE BY Mobme