search

Minha Casa, Minha Vida completa dez anos

Entre março de 2009 e dezembro de 2018, mais de 4 milhões de unidades foram entregues

22/03/19

O programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) completa dez anos de existência na próxima segunda-feira (25). No período (exceto os três primeiros meses de 2019), o MCMV foi responsável pela contratação de 5,56 milhões de moradias, movimentando mais de R$ 460 bilhões entre recursos públicos e privados.

O governo investiu R$ 160 bilhões no programa habitacional através de subsídios, sendo o restante oriundo das famílias beneficiadas. Do total contratado, 4,67 milhões de unidades foram concluídas até o fim do ano passado e 4,11 milhões entregues para os proprietários.

No ano passado, havia em torno de 40 mil obras do programa paralisadas por falta de recursos das prefeituras – para as contrapartidas – ou desistência das construtoras responsáveis. Se todas as unidades contratadas fossem concluídas, somente o MCMV teria empregado 3,5 milhões de trabalhadores desde que foi criado.

Nestes dez anos, os indicadores evidenciam a importância do programa para atenuar o déficit habitacional brasileiro, que ainda segue em patamares bastante elevados – quase 8 milhões de residências -, além do papel decisivo do MCMV para manter o setor imobiliário ativo nos anos de crise econômica.

“Embora o momento seja de algumas incertezas, o Minha Casa, Minha Vida tende a permanecer como o grande responsável por movimentar o mercado imobiliário residencial, pelo menos ao longo dos próximos meses, principalmente pela grande demanda por habitações econômicas”, analisa o diretor executivo da Smartus, Guilherme de Mauro.

Em 2018, o programa representou 78% dos lançamentos e 70% das vendas. “Sem o MCMV, o segmento da construção e particularmente o mercado imobiliário registrariam impactos negativos ainda maiores que os observados nos últimos anos” destaca o economista Luís Fernando Mendes, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

No fim do mês passado, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, anunciou liberação de R$ 1,35 bilhão para o programa, a ser efetuada em março, a fim de retomar contratações que foram suspensas desde novembro devido à paralisação de repasses. O orçamento total para o MCMV em 2019 é de R$ 65 bilhões, somando subsídios do governo (R$ 4,6 bi) e recursos do FGTS.

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

Serra Gaúcha - Gramado

Fórum Imobiliário Serra Gaúcha

13 março
2020

saiba mais

São Paulo

Smartus
Proptech Summit 2020

19 março
2020

saiba mais

Amazonas - Manaus

Fórum Imobiliário Amazonas

14 abril
2020

saiba mais

Pará - Belém

Smartus Fórum Imobiliário Pará 2020

16 abril
2020

saiba mais

Campinas - São Paulo

Smartus Fórum Imobiliário Campinas

20 maio
2020

saiba mais
Desenvolvido por Mobme Comunicação