search

Conhecendo a demanda: comparativo Salvador x Maringá

Diferença entre renda e perfil dos consumidores é significativa

2/4/19

Os dois primeiros fóruns da Smartus em 2019 apresentaram aos participantes dados que reforçam a importância de se conhecer a demanda de uma cidade ou região antes de elaborar projetos. Em Maringá (PR) e Salvador (BA), os públicos são bastante distintos e um empreendimento de sucesso num lugar pode não alcançar bons resultados no outro.

As pesquisas foram realizadas pela BRAIN Bureau de Inteligência Corporativa, que identificou, em Maringá, um crescimento na quantidade de domicílios muito acima da média do estado paranaense – 28% ao ano no município e 3,2% no estado -, o que indica forte ritmo de expansão do setor imobiliário na cidade.

Em Salvador, a taxa de crescimento é de 2,8% ao ano, semelhante à média estadual (2,9%). Outro dado discrepante é a renda da população: em Maringá, 10,7% das famílias ganham acima de R$ 10,5 mil mensais, percentual que em Salvador despenca para 0,7%. Por outro lado, na capital baiana 48,3% recebem menos de R$ 1,2 mil por mês, ante apenas 11% em Maringá.

“Apesar de Salvador ter uma população maior, os números indicam que há mais chances de empreendimentos de médio e alto padrão darem certo em Maringá, em relação à demanda existente”, comenta Bruno Mesquiari, diretor comercial da Smartus.

A análise ganha corpo com outro indicador da pesquisa: em Maringá, dentre as pessoas que afirmaram pretender comprar imóveis, 14% planejam fazê-lo em até 6 meses e 25% entre 6 meses e 1 ano. Em Salvador, os percentuais caem para 8% e 14%, respectivamente, ao passo que a maioria (54%) só pensa em adquirir imóvel num período acima de 24 meses; em Maringá, essa faixa é de 34%.

Para o especialista em investimentos Ricardo Reis, autor do livro “Lucre com Imóveis”, só há duas macroestratégias capazes de levar ao sucesso no setor: ter foco geográfico, restringindo a atuação para um determinado estado, região ou cidade; ou se especializar em um tipo de imóvel, como fez a MRV com unidades populares.

Tamanho ideal e valor máximo pago

Os levantamentos apontaram diferentes pretensões em relação ao tamanho da propriedade ideal: para lote residencial, 54% optam por terrenos de até 150 m² e somente 3% acima de 400 m², em Salvador, enquanto em Maringá as opções são mais equilibradas – 24% até 150 m², 23% de 151 m² a 200 m² e 12% acima de 400 m². As medidas intermediárias também foram mais votadas na cidade paranaense.

Quanto ao valor máximo investido em um lote, 53% aceitam pagar até R$ 50 mil e 25% entre R$ 50 mil e R$ 100 mil, em Salvador. Somente 3% consideram pagar mais de R$ 200 mil. Em Maringá, 20% afirmam pagar mais de R$ 200 mil por um terreno, enquanto a opção mais escolhida é entre R$ 50 mil e R$ 100 mil (31%). Apenas 17% se limitam a pagar até R$ 50 mil, um terço em relação à capital baiana.

Na possibilidade de adquirir um apartamento, a metragem mais votada em Maringá está entre 66 e 85 m² (30%), enquanto em Salvador é de até 45 m² (27%), pouco a frente das unidades entre 45 e 66 m² (25%), espaços menores, portanto.

O destaque, porém, está no preço máximo pago: em Salvador, 57% não pagariam mais do que R$ 150 mil, índice que cai para 29% em Maringá. Empreendimentos de alto padrão (acima de R$ 700 mil) são a escolha de 4% dos entrevistados em Maringá e de apenas 2% em Salvador. Na cidade paranaense, a preferência é por unidades de R$ 150 mil a R$ 400 mil (55% do total).

“Levamos esse tipo de informação à audiência para melhorar a assertividade dos projetos”, afirma Mesquiari. “Com esses e outros dados à disposição, são muito maiores as chances de uma incorporadora saber em que produto investir”, completa.

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

 

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

São José dos Campos

Fórum Imobiliário

31 outubro
2019

saiba mais

São Paulo

Smartus Law Summit 2019

05 novembro
2019

saiba mais

Florianópolis

Fórum Imobiliário

21 novembro
2019

saiba mais

Rio de Janeiro

Fórum Imobiliário

28 novembro
2019

saiba mais

Brasília

Fórum Imobiliário

04 dezembro
2019

saiba mais
Desenvolvido por Mobme Comunicação