search

Apartamentos no térreo se valorizam com o conceito garden

Mais espaço, privacidade e conforto aliado à segurança são os diferenciais do modelo

5/12/18

É comum que apartamentos situados nos primeiros andares de um edifício sejam menos procurados e mais baratos. Mas essa lógica tem se alterado nos últimos dez anos, quando começou a ganhar força a “gourmetização” do térreo, isto é, as unidades aumentaram seu valor agregado com a exploração de mais espaço.

Historicamente, os apartamentos no térreo custam de 20% a 35% menos. Com a utilização da área externa, entretanto, os novos empreendimentos têm recebido maior procura para o primeiro andar, que pode custar, em média, em torno de 20% a mais do que apartamentos em andares superiores.

As principais vantagens deste modelo são relacionadas aos momentos de lazer, principalmente para famílias com filhos ou animais. O quintal permite reunir amigos e familiares para confraternizações sem a necessidade de sair do apartamento. Tudo isso com a privacidade de casa, ao invés de usar o espaço comum do prédio.

O apartamento garden, aliás, suavizou uma das maiores reclamações de moradores do térreo, que é justamente a menor privacidade em relação a condôminos de outros andares. Isto porque o quintal oferece possibilidades que valorizam a intimidade da família – espaço de lazer com churrasqueira, piscina e até jardim.

“Esse conceito relativamente novo consegue oferecer conforto e mais qualidade de vida para as famílias, sem requerer os custos e tarefas de manter uma residência, além do fator da segurança, também muito relevante para o consumidor”, analisa o diretor executivo da Smartus, Guilherme de Mauro.

Padrão também é aplicado no Minha Casa Minha Vida

Quando surgiu, o conceito de apartamento garden se restringia a empreendimentos de médio e alto padrão. Desde o ano passado, porém, a ideia também passou a ser implantada em unidades populares, como as do Programa Minha Casa Minha Vida.

A expansão foi possível principalmente devido à elevação do teto permitido para imóveis da faixa 3 do programa, que em 2017 passou para R$ 9 mil mensais de renda familiar e R$ 240 mil para o valor do imóvel, um reajuste de mais de 7%, atrelado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Valorização do imóvel

Apartamentos garden também são uma boa opção de investimento, pois a maior procura por este padrão tende a valorizar o imóvel no longo prazo. Assim, famílias mais jovens podem tanto desfrutar das vantagens de moradia quanto fazer um investimento financeiro, ambos em um mesmo produto.

A expansão do modelo para camadas populares reforça a tendência deste modelo se tornar um bom ativo de investimento. De acordo com indicador da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), o Programa Minha Casa Minha Vida representou 51% dos lançamentos e 51,3% das vendas no 3º trimestre.

Para mais informações e acesso a conteúdos exclusivos, siga-nos em nossas redes sociais:

Clique aqui e receba semanalmente todo o conteúdo Smartus.

Próximos eventos

Todo o conhecimento e o know-how dos grandes líderes do mercado imobiliário em eventos imersivos e de alta performance. Venha evoluir com a gente!

Florianópolis

Fórum Imobiliário

21 novembro
2019

saiba mais

Rio de Janeiro

Fórum Imobiliário

28 novembro
2019

saiba mais

Brasília

Fórum Imobiliário

05 dezembro
2019

saiba mais
Desenvolvido por Mobme Comunicação